IDO na CubFinance

e_c_n8nxsaqd3r_.jpg

https://twitter.com/FinanceLeo/status/1432354931542003712

Equipe do LeoFinance divulda no Twitter que hoje é o dia da primeira IDO baseado na cripto CUB.

Estamos diante de mais uma forma de captação de recursos para o inicio de novos empreendimentos no universo cripto.

A mais famosa e primeira forma foi o ICO, que é equivalente ao IPO no mercado de ações, porém em sua maioria não oferece garantias.

Foi um boom de ICO's a partir de 2017 e maior utilização da rede Ethereum. Muitos códigos legítimos, com boas equipes e bons produtos arrecadaram investimento dessa forma. Assim como também muitos golpes foram aplicados assim.

Com tempo os investidores e os regulamentadores começaram a minar os ICO's. Muito do que foi prometido por grandes ICO's não foi entregue conforme as comunidades que investiram tiveram expectativas. Muitos roadmaps não cumpridos.

Como também a própria evolução dos protocolos, com invacoes cada vez mais rapidas, foram modificando as formas de se investir em quem esta comencando por aqui.

Hoje temos até securities tokens que oferecem mais segurança para investidores.

Diante de vários fatores, outras formas de arrecadação foram se constituindo tecnologicamente. E no momento as IDO's e IEO's estão em alta.

Os IDO's são ofertas inicias de tokens de carteiras descentralizadas e o IEO ofertas de tokens de exchanges descentralizadas.

Com esse foco a equipe da LeoFinance oferece solução para quem quer começar no mundo cripto com liquidez e acesso a interoperabilidade de algumas blockchains como BSC, Ethereum e Hive.

Com tokens nativos na Binance Smart Chain, serão alocados equivalentes em CUB e suas pool's de liquidez. E todo CUB alocado será "queimado".

Vários protocolos utilizam desse mecanismo deflacionário para lidar com diversas variáveis, e muitas vezes segurar o preço do ativo.

Além de usabilidade para o CUB, essa deflação acelerada tem tudo para valorizar o ativo que vem desvalorizando desde o seu lançamento.

Enquanto isso, no aguardo para ver o que acontece!

Até mais!



0
0
0.000
3 comments